Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27002
Title: Vivências de mães no desmame precoce
Other Titles: Mothers’ livingness regarding early weaning
Authors: Alves, Tássia Regine de Morais
Keywords: Aleitamento materno;Saúde materno-infantil;Teoria fundamentada nos dados;Desmame precoce;Enfermagem
Issue Date: 21-Feb-2019
Citation: ALVES, Tássia Regine de Morais. Vivências de mães no desmame precoce. 2019. 115f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: O desmame precoce é um problema de saúde pública. Diversos fatores podem estar associados ligados à cultura, estilo de vida, influência da sociedade, dentre outros. Objetivo: compreender a vivência de mães no desmame precoce. Método: pesquisa qualitativa, ancorada na vertente straussiana da Teoria Fundamentada nos Dados (GroundedTheory). O cenário da pesquisa foi uma Unidade de Saúde que atua como Estratégia Saúde da Família no município de Caicó (Rio Grande do Norte). Compuseram este estudo 19 participantes, distribuídos em três grupos amostrais: o primeiro constituído por 13 mães, o segundo por três profissionais de saúde e o terceiro por três familiares. A coleta de dados ocorreu entre os meses de abril e setembro de 2018 por meio de entrevista em profundidade, com auxílio de memorandos e diagramas. Realizou-se a análise dos dados concomitante a coleta, em três etapas: codificação aberta, axial e integração. Utilizou-se o software NVivo® 11 para organização dos dados durante o processo analítico. Resultados: do processo analítico, emergiu o fenômeno intitulado “Sentindo-se culpada e triste”, sustentado por três categorias que promovem um movimento indutor para o fenômeno central, conforme os componentes do modelo paradigmático: condições – “Considerando o mito do leite fraco; Sentindo falta de maior tempo da licença-maternidade e Destacando a interferência do estresse e preocupação para o insucesso do aleitamento materno exclusivo”; ações/interações – “Buscando equilibrar a maternidade com o papel profissional feminino e Vivenciando a influência da rede de apoio social”; consequências – “Introduzindo leite artificial e alimentação complementar antes do sexto mês e Experenciando sentimentos de culpa e tristeza diante do desmame precoce”. Considerações finais: as mães vivenciaram sentimentos negativos de culpa, tristeza e preocupação diante da impossibilidade de cumprir as recomendações do aleitamento materno exclusivo exclusiva e pela introdução de uma alimentação complementar na dieta do filho antes de seis meses de vida. Igualmente, o retorno ao trabalho antes do sexto mês de vida da criança, constituiu uma experiência desafiadora para as participantes do estudo, uma vez que precisaram equilibrar os papeis de mulher/nutriz e profissional. Soma-se a isso, o apoio ineficaz diante das dificuldades durante a lactação, a praticidade e a comodidade que a fórmula é vista na sociedade contemporânea e a licença maternidade menor que seis meses.
Abstract: Introduction: The interruption of exclusive breastfeeding is a problem of public health. Several factors may be associated and intertwined with the culture, life style, influence of society, among others. Objective: To comprehend the mother’s livingness regarding the interruption of exclusive breastfeeding. Method: Qualitative research, anchored at Strauss’ Grounded Theory. The research scenario was a Health Unit that acts as Family Health Strategy in the city of Caicó (Rio Grande do Norte). Nineteen subjects took part in the research, distributed on three sample groups: The first was made of thirteen mothers, the second by three health professionals and the third, by three relatives. The data gathering occurred between the months of April and September of 2018 through in-depth interviews, with the support of memos and diagrams. A data analysis was made during the data gathering, on three stages of codification: Open, axial and of integration. The software NVivo® 11 was used for the organization of data during the analytical process. Results: From the analytical process, a phenomenon entitled as “living the multidimensionality of the interruption of exclusive breastfeeding”, sustained by three categories that promotes a driving movement for the central phenomenon, accordingly with the components of the paradigmatic model: - “Experiencing myths and taboo and the influence of the woman’s social support network regarding exclusive breastfeeding”; “feeling of not being protected by Brazilian laws in relation to the protection of exclusive breastfeeding” and “highlighting the motives of social order that contributes for the failure of exclusive breastfeeding”; actions/interactions – “interrupting the exclusive breastfeeding” and “developing mammary complications”; consequences – “introducing artificial milk and complementary feeding before the sixth month of life” and “experiencing negative feelings in front of the interruption of exclusive breastfeeding”. Conclusion: The exclusive breastfeeding is a complex phenomenon, that goes beyond biological dimensions, being influenced by cultural factors, interferences of family and health professionals that provides direct assistance to the mother, as well as, the short maternity leave also contributes for the early weaning, that evoke negative feelings in the mothers.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27002
Appears in Collections:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vivênciasmãesdesmame_Freitas_2019.pdf1,6 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.