Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27257
Title: Atividade bioacústica em ninhos de Eretmochelys imbricata (LINNAEUS, 1766) na Barreira do Inferno - RN
Authors: Monteiro, Cibele Castro
Keywords: Quelônios;Tartaruga-de-pente;Ninhos;Comunicação acústica;Projeto TAMAR
Issue Date: 26-Feb-2019
Citation: MONTEIRO, Cibele Castro. Atividade bioacústica em ninhos de Eretmochelys imbricata (LINNAEUS, 1766) na Barreira do Inferno - RN. 2019. 118f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Quelônios se comunicam principalmente através do olfato e da visão, mas estudos recentes têm evidenciado o uso da comunicação acústica para este grupo, em especial no que tange o cuidado parental. A pesquisa aqui apresentada visou identificar emissões acústicas produzidas por embriões e filhotes de tartaruga de pente, na Barreira do Inferno, Parnamirim–RN. Para a coleta de dados foi usado o gravador TASCAM DR-40 e uma taxa de amostragem de 96kHz. Foram analisadas 122 gravações de ninhos de Eretmochelys imbricata, com presença de ovos ou ovos e filhotes. A análise espectral das vocalizações foi executada no software RAVEN Pro 1.5 (Cornell Lab of Ornithology, Ithaca, NY). Os achados variam entre sons pulsados e tonais, sendo determinados 4 tipos de padrões acústicos para os ninhos e filhotes de Eretmochelys imbricata em um total de 575 sinais. O sinal tipo 1 (N=86) é composto por pulsos de duração entre 0,001s e 0,004s, podendo chegar a até 64 pulsos seguidos com pico de frequência entre 375 e 2625 Hz. Tipo 2 (N=330) é composto por um pulso único, que pode aparecer em séries de até 25, com uma duração de 0,001s cada pulso. A frequência de pico está entre 1125 e 1350 Hz. O som tipo 3 (N=110) é tonal, formado por uma única banda, com pouca modulação de frequência e uma duração entre 0,004 e 0,096 s, sendo os sinais mais longos encontrados. Os de tipo 4 (N=49), possuem de 2 a 5 harmônicos e podem ter até 6 pontos de inflexão, com uma duração entre 0,003 e 0,032 s. Os sons pulsados foram os mais encontrados nas gravações dos ninhos de Eretmochelys imbricata, sendo o tipo 1 e 2 os sinais mais comuns, presentes tanto nos ninhos que tinham apenas ovos como nos ninhos que já continham filhotes. Sons tonais como os tipos 3 e 4 foram encontrados principalmente quando já havia presença de filhotes fora dos ovos. Foi usada a janela do tipo Hamming, com tamanho FFT 256 para os tipos I e II e 512 para os tipos 3 e 4. As emissões encontradas remetem a sons de quelônios como Chelodina oblonga, Podocnemis expansa e Dermochelys coriacea. O trabalho ocorre em parceria com o projeto TAMAR e apresenta resultados promissores sobre a sonora de filhotes de E. imbricata.
Abstract: Chelonians communicate mainly through smell and sight, but recent projects have shown a promising potential in the use of acoustic communication for this group, especially in regard to parental care. The research is an investigative analysis on the embryonic and hatchlings sound production in turtles (Eretmochelys imbricata), at Barreira do Inferno, Parnamirim - RN. For data collection, a TASCAM DR-40 recorder set to a sampling rate of 96kHz was used. We have analyzed 122 recordings with presence of eggs or eggs and hatchlings. In addition to the nests, hatchlings were recorded after nest emergence. Spectrographic analyses were performed on RAVEN Pro 1.5 software (Cornell Laboratory of Ornithology, Ithaca, NY). A specific window was used to compose each sound type spectrograms, namely Hamming, with FFT 256 for types 1 and 2 and 512 for types 3 and 4. Four acoustic patterns were performed for Eretmochelysimbricata nests and hatchlings in a total of 575 signs. The type 1 signal (N = 86) has an average duration of 0.0015 s, present up to 64 pulses and an average peak frequency of 759 Hz. Type 2 (N = 330) is a single pulse, which can appear in series of up to 25, with an average of 0.001s of duration of each pulse. The average peak frequency of Sound type 2 is 3055 Hz. The type 3 sound (N = 110) is tonal, formed by a single band, with frequency modulation and average duration of 0.01 s, the longest signals found. Type 4 (N = 49), have 2 to 5 harmonics and can have up to 6 inflection points, with a duration average of 0.07 s. Type 2 appeared on all contexts analyzed. Tonal sounds like types 3 and 4 were used with more frequency by hatchlings. Acoustic signals were detected from day 51 postnesting until nest emergence. The results showed that most emissions are produced overnight. It should be taken into account that the amount of recordings made in different contexts was not the same. The work is carried out in partnership with the TAMAR project and presents promising results on the acoustic communication of hatchlings and embryos of Eretmochelys imbricata.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27257
Appears in Collections:PPGCB - Mestrado em Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Atividadebioacústicaninhos_Monteiro_2019.pdf2.46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.