Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12347
Título: Espaços de pobreza e mobilidade urbana: os deslocamentos da população de baixa renda em Natal/RN
Autor(es): Morais, Tamms Maria da Conceição
Palavras-chave: Produção do espaço urbano;Exclusão social;Mobilidade urbana;Natal-RN;Production of the urban space;Social exclusion;Urban mobility;Natal-RN
Data do documento: 1-Jul-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MORAIS, Tamms Maria da Conceição. Espaços de pobreza e mobilidade urbana: os deslocamentos da população de baixa renda em Natal/RN. 2010. 184 f. Dissertação (Mestrado em Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: This dissertation is an attempt to understand how families with an income of up to three minimum wages and living in different Areas of Demographic Expansion (AEDs) of Natal municipality specifically in the districts of Igapó and Salinas (North Administrative Zone of the city), Ponta Negra (South Administrative Zone), Santos Reis, Praia do Meio, Areia Preta and Mãe Luíza (East Administrative Zone) and Felipe Camarão (West Administrative Zone) solve their problems of urban mobility. It is, therefore, a reflection upon the mobility needs of poor urban households as expressed in terms of origin-destiny displacements for specific movements (house-work, house-school, house-shopping, house-healthcare and house-leisure), all of which being analyzed within the relationship between public transportation and poverty spaces of the city. In order to develop the study, theoretical aspects and themes related to the production of the urban space, to social and spatial segregation, to urban mobility and to transportation were confronted with the collected data referring to the urban population previously selected. One of the research main findings is the crucial role mobility plays in the social differentiation of such people living in Natal and that any policy for the improvement of their living conditions must take mobility issues into account
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação constitui uma tentativa de compreender como famílias de até três salários mínimos, vivendo em diferentes Áreas de Expansão Demográfica (AEDs), no município de Natal especificamente nos bairros de Igapó e Salinas (Zona Administrativa Norte da cidade), Ponta Negra (Zona Administrativa Sul), Santos Reis, Praia do Meio, Areia Preta e Mãe Luíza (Zona Administrativa Leste) e Felipe Camarão (Zona Administrativa Oeste) resolvem seus problemas de mobilidade urbana. Trata-se, portanto, de uma reflexão sobre as necessidades de mobilidade de famílias de baixa renda na cidade expressas em termos do deslocamento de origem-destino para deslocamentos específicos (casa-trabalho, casa-escola, casa-compras, casa-saúde e casa-lazer), todos eles sendo analisados dentro da relação entre os modos de transporte e os espaços de pobreza da cidade. Para desenvolver o estudo, aspectos e temas teóricos relacionados à produção do espaço urbano, à segregação social e espacial, à mobilidade urbana e aos modos de transportes foram confrontados com dados coletados referentes à população previamente selecionada. Um dos principais resultados da pesquisa diz respeito ao fato de que as populações de baixa renda tentam resolver seus deslocamentos diários com o mínimo de mobilidade possível no espaço da cidade, isto é, permanecem em grande parte nas áreas periféricas que residem ou nos seus espaços de pobreza
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12347
Aparece nas coleções:PPGAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EspacosPobrezaMobilidade_Morais_2010.pdf2,94 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.