Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14079
Título: Geração de renda e ocupações na cadeia agroindustrial de castanha de caju no Rio Grande do Norte: o caso do sertão de Apodi
Autor(es): Silva, Eudésio Eduim da
Palavras-chave: Cadeia agroindustrial;Geração de renda e ocupações;Castanha de caju;Sertão de Apodi;Agribusiness;Income and occupations;Cashew nuts;Sertão de Apodi
Data do documento: 24-Fev-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Eudésio Eduim da. Geração de renda e ocupações na cadeia agroindustrial de castanha de caju no Rio Grande do Norte: o caso do sertão de Apodi. 2012. 99 f. Dissertação (Mestrado em Economia Regional) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: This work is part of the research group studying agribusiness chains, by characterizing agroindustrial chain of cashew nuts in Rio Grande do Norte, with special emphasis on Sertão de Apodi Citizenship Territory, showing their different flows and linkages and analyzes generating jobs and income in the production of this good, from the experience of COOPAPI, using as a methodology for analyzing the input-output matrix. And this is justified by the fact that Brazil is in the context as the world's fifth largest producer of cashew nuts and the production of this product focus in the Northeast, especially the Rio Grande do Norte, which is the second largest producer of region, behind only the state of Ceará, which is the largest producer in the country. Moreover, in recent years the state has increased its insertion in international markets this product, particularly the Mossoró-Assu Territory, which constitutes the largest producer in the state, particularly the municipality of Serra do Mel, which has an arrangement different yield, based on the model of integrated rural development, embodied in family farming. Nevertheless, the Sertão de Apodi Citizenship appear as the fourth among the Citizenship territories of Rio Grande do Norte in the ranking of the production of cashew nuts, but the prevailing model of Cooperatives in the Territory, based on the Solidarity Economy, i,e, different from the old cooperative, which is based on the precepts as patronage, with cooperative owners, favor, etc.., encourages scientific research. In this, after a careful analysis of data from field research, it was noticed that among the links in the chain, the production link is what generates the most jobs, while the processing link commands to generate income, but a portion meaningful occupations and income are generated outside the territory, especially out of state RN, denouncing the gap in supply of some specific demands within the chain
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho se insere no grupo das pesquisas que estudam cadeias agroindustriais, pois caracteriza a cadeia agroindustrial de castanha de caju no Rio Grande do Norte, com especial destaque ao Território da Cidadania do Sertão de Apodi, evidenciando os seus diferentes fluxos e encadeamentos e analisa a geração de ocupação e renda na produção deste bem, a partir da experiência da COOPAPI. Utilizando como metodologia de análise a matriz de insumo-produto. E isso se justifica no fato de que o Brasil se insere no contexto mundial como o quinto maior produtor da castanha de caju e a produção deste produto se concentrar na região Nordeste, com destaque para o Rio Grande do Norte, que é o segundo maior produtor da região, atrás apenas do estado de Ceará que é o maior produtor do país. Além disso, nos últimos anos o estado potiguar tem aumentado a sua inserção no mercado internacional deste produto, particularmente o Território Assu-Mossoró, que se configura como o maior produtor do estado, em especial o município de Serra do Mel, que apresenta um arranjo produtivo diferente, baseado no modelo de desenvolvimento rural integrado, consubstanciado na agricultura familiar. Não obstante, o Território da Cidadania do Sertão de Apodi constar como o quarto dentre os territórios da Cidadania do Rio Grande do Norte no ranking da produção de castanha de caju, porém o modelo de Cooperativismo vigente neste Território, baseado na Economia Solidária, isto é, diferente do velho cooperativismo, que se fundamenta nos preceitos como clientelismo, de cooperativas com donos, favorecimento, etc., motiva a investigação científica. Nisso, após uma análise cuidadosa dos dados da pesquisa de campo, percebeu-se que dentre os elos da cadeia, o elo da produção é o que mais gera ocupações, ao passo que o macrossegmento de processamento comanda a geração de renda, mas uma parcela significativa das ocupações e a renda geradas são fora do território, sobretudo fora do estado potiguar, o que denuncia lacuna em termos de suprimento de algumas demandas específicas dentro da cadeia
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14079
Aparece nas coleções:PPGECO - Mestrado em Economia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EudesioES_DISSERT.pdf1,54 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.