Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21346
Título: Efeito do treinamento concorrente no controle autonômico cardíaco, desempenho cardiorrespiratório, força muscular e na composição corporal de pessoas vivendo com HIV/AIDS
Autor(es): Andrade, Ricardo Dias de
Palavras-chave: AIDS;HIV;Treinamento de resistência;Exercício aeróbico
Data do documento: 26-Fev-2016
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ANDRADE, Ricardo Dias de. Efeito do treinamento concorrente no controle autonômico cardíaco, desempenho cardiorrespiratório, força muscular e na composição corporal de pessoas vivendo com HIV/AIDS. 2016. 50f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The control of HIV infection by HAART, brought a many of adverse effects to people living with HIV/Aids (PLHA), as a lipodystrophy and wasting syndromes. The physical training has been indicated as means to delay or soften then, the studies with physical training to PLHA have been showed positive effects on cardiac autonomic control, body composition, muscular strength and cardiorespiratory fitness. Seven PLHA, male and under HAART use, Underwent a concurrent training protocol during 18 weeks. The resistance training has an ondulatory periodization, and the aerobic training was conducted in low intensity and linear model. The cardiac autonomic control was evaluated by heart rate variability, through frequency domains (LF, HF and LF/HF ratio). Was applied the six minute walking test evaluate the cardiorespiratory fitness and neuromuscular performance. For the muscular strength evaluation was used the absolute tonnage method, calculated for each microcycle and mesocycle. The anthropometric variables were analyzed for each body segment, being get the total fat mass, trunk and the upper and lower limbs, further body mass and BMI. The statistical analyze was conducted by effect size formula (Cohen’s d), except the absolute tonnage, that was analyzed by ANOVA one-way test, with scheffe post hoc. Were found high effect sizes (d<0,80) to analyze the heart rate variability to the LF and HF variables, but not to LF/HF ratio, after 18 weeks. Also were found moderate (d>0,50) and lower (d>0,20) effect size to body composition and cardiorespiratory fitness. Further the significant difference in muscular strength since fourth mesocycle. The concurrent training induced positive effects on cardiac autonomic control, body composition, cardiorespiratory fitness and the muscular strength, so, the training prescription with load variations, as applied in this study, have be indicated as non-medicine intervention to PLHA.
metadata.dc.description.resumo: Introdução: O controle da infecção pelo HIV através da TARV, acarretou em diversos efeitos adversos as pessoas vivendo com HIV/Aids (PVHA), como as síndromes lipodistrófica e de wasting. O treinamento físico tem sido indicado como forma de retardá-los ou amenizá-los, os estudos com treinamento físico para PVHA têm mostrado efeitos positivos sobre o controle autonômico cardíaco, composição corporal, força muscular e na capacidade cardiorrespiratória. Métodos: Sete PVHA, do sexo masculino, sob uso da TARV, foram submetidas a uma intervenção com treinamento concorrente durante 18 semanas. O treinamento resistido teve característica de periodização ondulatória, e o treinamento aeróbio prescrito em intensidade leve e de forma linear. O controle autonômico cardíaco foi avaliado pela variabilidade da frequência cardíaca através dos domínios da frequência (HF, LF e a razão LF/HF). Foi aplicado o teste de caminhada de seis minutos para a avaliação da capacidade cardiorrespiratória e do desempenho neuromuscular. Para a avaliação da força muscular foi utilizado o método da tonelagem absoluta, calculada a cada microciclo e mesociclo. As variáveis antropométricas foram analisadas por segmento corporal, sendo obtidas a massa gorda total, do tronco e dos membros superiores e inferiores, além da massa corporal e IMC.A análise estatística foi realizada através do cálculo do tamanho do efeito (d de Cohen), exceto para a análise da tonelagem absoluta, que foi analisada através do teste ANOVA one-way, com post hoc de scheffe. Resultados: Foram encontrados tamanhos de efeito alto (d>0,80) para a análise da variabilidade da frequência cardíaca para as variáveis LF e HF, mas não para a razão LF/HF, após 18 semanas. Também foram encontrados efeitos moderados (d>0,50) ou fracos (d>0,20) para a composição corporal e no desempenho cardiorrespiratório. Além de diferenças significativas para a força muscular a partir do 4º mesociclo. Conclusão: O treinamento concorrente induziu efeitos positivos no controle autonômico cardíaco, na composição corporal, no desempenho cardiorrespiratório e na força muscular, assim, a prescrição de treinamentos com variações de cargas, como aplicado neste estudo, deve ser indicado como forma de intervenção não medicamentosa para PVHA.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21346
Aparece nas coleções:PPGEF - Mestrado em Educação Física

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RicardoDiasDeAndrade_DISSERT.pdf1,38 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.